Levantamento e Controle Patrimonial

A utilização do controle patrimonial é inevitável à medida que o empreendimento cresce, onde, todos os processos que eram administrados de forma centralizada, agora possuem um nível de complexidade superior, não sendo viável tal centralização. Desta forma é necessário delegar as tarefas para diferentes setores ou departamentos, porém, é preciso ter o total controle das mesmas.

Para obter o melhor resultado do trabalho em equipe de todos os departamentos da empresa, é necessário ter metodologias para tal sinergia, que, muitas vezes implicam em uma carga burocrática intrínseca, porém, a mesma é necessária, para que o controle tanto do modo administrativo perante os gestores, quanto de modo concreto perante os bens, tenham veracidade em seus dados. Em suma, o controle patrimonial é necessário para garantir a segurança das informações que transitam internamente, evitando perda de dados, auxiliando na tomada de decisão, obtendo assim uma assistência na gestão patrimonial existente, além de um juízo sobre os valores do patrimônio ativo da empresa.

Os processos de implantação de controle patrimonial passam por diversas etapas. Primeiramente, é necessário que seja efetuado um levantamento de todo o patrimônio da empresa, este que é constituído tanto do patrimônio ativo, quanto do passivo. Tal processo pode ter complexidade diferenciada, variando com o tipo de escopo do empreendimento, número de funcionários, aplicações e triagem dos bens e deveres do empreendimento.

Depois de efetuado um laudo de levantamento do patrimônio, é necessário analisar os bens de forma individual, sendo necessário à execução de laudos de avaliação, com conteúdos de notória ciência de sua vida útil, capacidade de produção deste bem, teste de “impairment”, em resumo, análise das características do bem em geral. A partir deste processo de engenharia de avaliações, com fins de levantamento dos ativos, e caracterização do estado dos mesmos, é necessário atualizar as características destes de forma contábil, de acordo com a legislação vigente, aplicando as modificações pertinentes dentro do balanço patrimonial.

Estes aspectos de implantação são necessários para a adequação do empreendimento a algumas normas básicas, e posteriormente, é possível implantar sistemas de controle patrimonial efetivos, aliados a softwares de controle, e processos automáticos para reavaliação dos ativos, ou mesmo agendamento periódico sempre que necessário.

Cel.: (31) 99601-7637 - Com.: (31) 3166-9676

vitor.souza@componente3.com.br / componente3@componente3.com.br